Mulheres Que Inspiram Projeto Apresenta Mulheres E Suas Histórias No Instagram
in

Mulheres Que Inspiram: Projeto Apresenta Mulheres E Suas Histórias No Instagram

[vc_row][vc_column width=”1/1″][vc_column_text] 

Priscilla Adduca se formou em direito, mas decidiu que sua curiosidade por novas áreas era maior que o diploma. Ao invés de se dedicar à profissão, foi trabalhar com marketing, teve uma marca de moda de praia e descobriu na produção de conteúdo uma vocação. Com tantas mudanças, ela sempre teve uma inquietação: saber o que inspira as pessoas.

Atrás de respostas para essa pergunta, Priscilla criou o projeto Mulheres Que Inspiram, há três meses. A ideia era dar espaço para que mulheres inspiradoras contassem um pouco sobre seus sonhos, carreiras e criações, através de pequenas entrevistas publicadas no Instagram.

Para ela, o canal pode ser também uma fonte de inspiração para outras mulheres que queiram seguir seus sonhos, mesmo que isso exija uma mudança radical em suas vidas. Veja abaixo algumas das histórias retratadas no projeto:

Mulheres Que Inspiram Projeto Apresenta Mulheres E Suas Histórias No Instagram

“Nunca consegui colocar meus pensamentos mais profundos em palavras, eu era muito tímida e muitas vezes o que eu sentia não podia ser representado por nada, a não ser pelo lápis e papel. Essas imagens sempre foram minha forma de interagir com o mundo exterior”. A grafiteira Luna Buschinelli, de apenas 17 anos, começou a pintar profissionalmente aos 15 anos e meio, quando descobriu a técnica de spray.

Mulheres Que Inspiram Projeto Apresenta Mulheres E Suas Histórias No Instagram

“Estar dentro daquele ambiente, fazer parte do ritual pra ser tatuada, começou a me fascinar cada vez mais. Até que comecei a achar que eu poderia fazer aquilo”. Brunella Simões chegou a estudar publicidade, mas abandonou pra se dedicar à carreira de tatuadora.

Mulheres Que Inspiram Projeto Apresenta Mulheres E Suas Histórias No Instagram

Uma amiga estava organizando a festa do filho e pediu que Juliana Motter levasse os brigadeiros. “Fiz uma mesa com pratos de porcelana, coloquei os brigadeiros separados por sabor e plaquinhas de identificação. Todos tinham o mesmo tamanho e usei ingredientes de alta qualidade”. No dia seguinte, o telefone não parou de tocar e ela recebeu sua primeira encomenda: mil brigadeiros. Foi quando caiu a ficha que aquilo podia se tornar um negócio. 

Mulheres Que Inspiram Projeto Apresenta Mulheres E Suas Histórias No Instagram

Barbara Mattivy é formada em Marketing e Pamella Magpali é formada em Design de Moda. As duas se conheceram em 2013, através de uma amiga em comum. Sempre guiadas pelo reaproveitamento de materiais e com o intuito de aumentar a vida útil do que já existe, a dupla uniu forças e criou a @insectashoes. “A ideia é garimpar peças de roupa usadas e, através de um processo artesanal, transformá-las em sapatos 100% exclusivos”.

Mulheres Que Inspiram Projeto Apresenta Mulheres E Suas Histórias No Instagram

Joana Lira é brasileira, pernambucana e artista gráfica – nesta ordem. “Durante 10 anos participei como artista gráfica da equipe que desenvolve o projeto de cenografia do carnaval do Recife. Fantasiávamos as ruas da cidade para festa. Os desenhos que desenvolvi chegaram a ter dimensões de até 30 metros de altura, foi uma experiência muito importante. Depois desse trabalho, percebi que não há limites para um desenho”. 

Mulheres Que Inspiram Projeto Apresenta Mulheres E Suas Histórias No Instagram

A história começa assim: @locarvalho, do @estudioprole, queria desenvolver um projeto social que pudesse ser mesclado com arte. Convidou @naiaceschin e @roberto_vietri, fotógrafo, para fazer uma imersão numa comunidade carente com a finalidade de conhecer sua rotina, desenvolver atividades e reunir referências. Depois de coletado o material, uma exposição ajudaria a arrecadar fundos pra instituição.

Mulheres Que Inspiram Projeto Apresenta Mulheres E Suas Histórias No Instagram

Amanda Mol é formada em Moda. Mas, desde o dia que se formou, estava decidida a investir na carreira de ilustradora. “Desenhar sempre foi uma paixão e durante o curso vi que era possível investir neste talento e me tornar uma desenhista diferente. Ilustrar superfícies diversas era o meu grande sonho, e isso poderia acontecer desde uma camiseta até um objeto de decoração. Então, parti para a realização deste sonho!”.

Mulheres Que Inspiram Projeto Apresenta Mulheres E Suas Histórias No Instagram

 

Sabrina Eras é ilustradora. ”As pessoas começaram a pedir trabalhos meus, pessoais. Com o meu traço, meu toque. E isso começou a crescer e ficou maior do que eu poderia manter trampando em um lugar fixo. Quando passei a me sustentar mais com minha arte (que na época ainda era hobby) do que com meu salário em um lugar fixo, com horários fechados, parei e repensei tudo o que estava fazendo”.

Mulheres Que Inspiram Projeto Apresenta Mulheres E Suas Histórias No Instagram

“Resolvi ir pra França pra ficar poucos meses estudando francês e repensando a profissão. Lá, comecei a cogitar alguns estudos e acabei fazendo um curso curto sobre vinhos, para amadores mesmo, no Le Cordon Bleu. Gostei muito! Aí acabei me aproximando do assunto, lendo alguns livros e, coincidentemente, um curso extensivo foi aberto na mesma escola. Resolvi fazer e acabei prolongando minha estadia por um ano e meio”. De volta ao Brasil, Helena Mattar engatou como sommelière do Restaurante Vito durante 2 anos e atualmente presta consultorias.

Mulheres Que Inspiram Projeto Apresenta Mulheres E Suas Histórias No Instagram

Bruna Lourenço é formada em Design de Interiores pela Belas Artes. Paula Passini é formada em Administração de empresas. Juntas decidiram criar o @historiasdecasa“Conforme a gente visitava a casa de conhecidos, percebia o quanto elas tinham ideias bacanas que poderíamos mostrar. Nossa intenção é fotografar casas legais e que tenham histórias pra contar”. 

Mulheres Que Inspiram Projeto Apresenta Mulheres E Suas Histórias No Instagram

Por trás das cores e flores dessa tiara, existe uma diretora criativa de olhar apurado que cresceu em meio a estímulos visuais. Seus avós trabalhavam com costura e sua mãe sempre esteve envolvida com trabalhos artísticos, de pintura a poesia. Depois de trabalhar como assistente de estilo, responsável por social media de marcas de moda, stylist e produtora, e passar pela @afabula (onde nasceu a inspiração mais lúdica da Can-Can), Fernanda Guimarães criou sua própria marca inspirada nas flores.

Todas as fotos: @mulheresqueinspiram

Para acompanhar o trabalho de Priscilla e a história destas mulheres inspiradoras, siga@mulheresqueinspiram no Instagram ou curta a página do projeto no Facebook.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

O que você achou?

0 points
Upvote Downvote

Total votes: 0

Upvotes: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

As Melhores Capas de Revistas de 2014

Oymyakon: O Vilarejo Mais Frio da Terra

Oymyakon: O Vilarejo Mais Frio da Terra